CUIDADOS NUTRICIONAIS E CIRURGIA

Cicatrização

Por Dr Nelson Liboni e Dra. Patricia Cruz - Nutricionista

Compartilhe:

A nutrição apresenta papel fundamental no preparo pré e pós-operatório de pacientes cirúrgicos, reduzindo as complicações pós-operatórias e o tempo de internação hospitalar.

O objetivo da conduta nutricional pré-cirúrgica é preparar o paciente para que suporte o estresse metabólico inerente da cirurgia, com menor impacto no estado nutricional, garantindo uma boa recuperação pós-operatória.

Os cuidados nutricionais pré-operatórios iniciam-se com uma avaliação ampla do estado nutricional, afim de reconhecer, possíveis deficiências nutricionais, como anemia, hipovitaminoses, desnutrição, baixo peso, sarcopenia (perda da massa magra), excesso de peso, obesidade e alterações metabólicas como hiperglicemia (taxa de açúcar elevada no sangue), dislipidemia (colesterol elevado), hipertensão arterial entre outras.

Nesse caso é necessário oferecer uma dieta equilibrada em calorias, carboidratos, lipídios, proteínas e micronutrientes específicos para corrigir e melhorar o quadro clínico atual antes da cirurgia. Além dos cuidados nutricionais, é importante salientar a cessação do tabagismo e o consumo de bebidas alcoólicas.

Uma dúvida muito frequente é o que comer na véspera da cirurgia. Nesse dia as refeições devem ser compostas de preparações leves como carne de aves e peixes grelhados, verduras e legumes cozidos no vapor. Os alimentos ricos em gordura, sódio e açúcares devem ser evitados. As bebidas fontes de cafeína como, café, chá preto, mate e refrigerantes devem ser suspensas. O jejum pré-operatório deve ser respeitado, mantendo-se em 8 horas no máximo.

Após a cirurgia alimentação deve ser retomada o mais breve possível, no máximo em 24 horas. Nesse momento as recomendações nutricionais devem estar focadas na cicatrização do tecido, na digestão e na manutenção e/ou melhora do estado nutricional.

O plano alimentar deve oferecer alimentos ricos em:

  • Proteína: aves, peixe, carne vermelha magra, queijos magros;
  • Vitamina C: frutas cítricas (laranja, abacaxi, limão, acerola, carambola);
  • Vitamina A: cenoura, espinafre, gema de ovo, manga, goiaba
  • Magnésio: peixe, leguminosas (feijão, lentilha), leite, aveia
  • Zinco: frango, carne vermelha, grãos integrais

Vale lembrar que em alguns casos a suplementação de vitaminas, hiperproteicos e hipercalóricos podem ser indicados nessa fase.

Por fim a integração da nutrição na gestão global do paciente antes do procedimento cirúrgico é necessária e otimiza o sucesso pós-operatório.

Referências:
1) Weiman A, Braga M, Carli F. ESPEN guideline: Clinical nutrition in surgery. Clinical Nutrition. 2017; 36: 623-650.
2) Walczeweski MRM, Justino. Avaliação dos resultados de intervenção após mudanças realizadas nos cuidados peri-operatórios em pacientes submetidos a operações abdominais eletivas. Rev. Col. Bras. Cir. 2012; 39(2): 112-118

Dra. Patricia Cruz - Nutricionista
Rua Esmeralda, 165 - Aclimação - São Paulo - SP
Fone: 3209-4499
Rua Hilário Furlan 107 - Brooklin Novo - São Paulo - SP
Fone: 2117-0100
Celular: 11 99405-3665

Notícias